Como eu POSSO aprender o Blender??

Muitas vezes ouço pessoas dizendo: – “Ichi!, isso é muito difícil!”… quantos botões, quantas coisas num lugar só…. Nunca vou aprender um programa desses!

Já fiz parte dessas pessoas que acham difícil um programa porque ele apresenta um layout que não é compreensível à primeira vista, por isso compreendo bem essas exclamações.

Um dia resolvi tentar mudar a forma de olhar para as coisas à minha volta e enfrentar algo que a princípio achava difícil.

Pensei nas necessidades de desenvolvimento de uma criança para que ela ande.

Depois de entender parte do que acontecia em termos de evolução de musculatura, desenvolvimento dessa musculatura, desenvolvimento dos ossos, desenvolvimento da percepção de objetos à sua volta, desenvolvimento da percepção do próprio corpo, desenvolvimento do equilíbrio e etc, etc, fique feliz ao imaginar como é bom uma criança não ter ainda o raciocínio de um adulto, pois senão seríamos todos umas massas moles rastejando pelo chão….

Aprender a andar exige muito esforço e dedicação; é um trabalho árduo!! E fizemos isso um dia! E também não me lembro de nenhuma criança reclamando quando estava iniciando o aprendizado.

Ao contrário, a criança sorri a cada pequeno passo que consegue alcançar nesse desenvolvimento! Cai, bate a cabeça, arranja hematomas e continua firme no seu propósito!

Um aprendizado novo sempre nos causa desconforto e agora, não mais crianças, tendemos a desistir antes mesmo de analisarmos as possibilidades.

Logicamente gostaríamos de nascer sabendo tudo, mas não é assim que as coisas funcionam. O aprendizado funciona da mesma forma de quando aprendemos a andar….lembra?

Aos poucos, devagar e sempre… alguns de nós conseguem até virar atletas, fazendo movimentos inimagináveis para a natureza humana….vide balé, ginástica, etc…. Atividades que exigem movimentos não naturais!

Por esse e pelos milhões de outros aprendizados que desenvolvemos no passar do tempo, antes de desistir só de olhar, sugiro que pense no quanto você já alcançou até agora!

No mesmo ritmo, isto é: devagar, um pouco de cada vez, invista nesse novo aprendizado que pode trazer a você habilidades que vão fazer com que sorria o tempo todo!!

Valorize cada pequeno passo, parabenize-se por cada um e parta para o próximo aprendizado.

E, quando menos perceber, verá que está fazendo coisas lindas com o Blender!!

Mãos à obra!! Comece aqui e agora.

O Blender é um programa gratuito usado principalmente para a criação de modelos em três dimensões (3D), mas que tem a capacidade de fazer mais que isso, como, por exemplo, animações e jogos.

Com o Blender você pode criar mundos virtuais estonteantes, casas, objetos com aparências realistas, assim como jogos sofisticados e até filmes totalmente animados. Nosso foco aqui será criação de modelos em 3D e algumas animações simples, e não trabalharemos com jogos.

Comecemos pelo começo! Primeiro de tudo, é preciso baixar e instalar o programa no seu computador. Para isso, visite o site http://www.blender.org com o seu navegador preferido. Este texto está sendo escrito no dia 16/11/2015 e até esta data, a aparência do site é a seguinte:

site_blender_org

Vamos ao download então? Acompanhe pela imagem acima. Você está vendo um botão azul com o desenho de uma nuvem com uma seta apontada para baixo, com o escrito “Blender 2.76b”? Clique nele!

Nota: o escrito pode mudar de acordo com a versão na qual o Blender se encontra quando você for fazer o download!

Na próxima página você verá alguns quadros coloridos, que são quadros que separam as plataformas para as quais o Blender está disponível. Aqui, nós trabalhamos com a versão do Windows, e esse guia de instalação é exclusivo para essa versão. Se você usa MAC, Linux ou outro sistema operacional, infelizmente não vai achar instruções aqui.

Mas vamos lá. No momento, o quadro para baixarmos a versão do Blender para Windows é o primeiro da lista, e está em cor azul meio escuro pastel.

download_windows

São oferecidas duas versões do Blender para download: a de 32 bits e a de 64 bits. O ideal é baixar a versão que corresponde com o seu sistema operacional (o Windows), seja 32 ou 64 bits. Se você não sabe se o seu sistema operacional é 32 ou 64 bits, baixe a versão de 32bits do Blender clicando no escrito “32bit”. Isso começará um download do arquivo “blender-2.76b-windows32.msi”. Claro, se você baixar a versão de 64 bits, o arquivo terá o nome “blender-2.76b-windows64.msi”.

Mas que arquivo é esse? Basicamente, é o arquivo de instalação do Blender. Com esse arquivo você poderá instalar o Blender em sua máquina para usá-lo posteriormente. Lembre-se de baixar o arquivo para um local no seu computador de fácil acesso ou que você tenha costume já de baixar arquivos. Você pode simplesmente baixar o arquivos para o seu Desktop.

Se você tem ressalvas quanto a baixar arquivos de instalação para seu computador, como um receio por vírus por exemplo, você pode simplesmente escanear o arquivo de instalação com um antivírus ou baixar a versão “.ZIP” que é um pacote que não instala nada no seu pc, apenas descompacta os arquivos para execução do Blender.

Agora é preciso executar a instalação que você acabou de baixar. Navegue até a pasta na qual você salvou o arquivo de instalação e clique duas vezes no arquivo rapidamente, ou clique com o botão direito do mouse em cima do nome do arquivo e, no novo menu que se abre, clique em “Instalar”.

instalar

Isso começará o processo de instalação do Blender, que será descrito detalhadamente a partir de agora, apesar de o processo se constituir basicamente de apertar o botão “Next”. Esta é a tela inicial da instalação:

setup_1

Aperte Next para prosseguir. Na próxima janela, selecione a opção “I accept the terms in the License Agreement” para habilitar o próximo botão Next, o qual você deve pressionar para continuar com a instalação.

setup_2

Dê uma lida na licença se quiser tirar algum peso da consciência, ou se você é daqueles que não assina ou concorda com nada antes de ler as entrelinhas. Aperte Next. Na próxima tela você não precisa mudar nada.

setup_3

Essa nova tela apenas lhe dá a opção de instalar ou não o Blender e alguns complementos e de mudar o local de instalação do Blender, o que não é necessário, mas fique à vontade para fazer as mudanças que quiser. Quando terminar (ou se não quiser mudar nada), aperte Next.

Por mais desnecessário que seja, a próxima tela lhe dá a opção de começar a instalação, e apenas isso. Não há mais nada para se fazer, então simplesmente aperte “Install”.

setup_4

A próxima tela mostra o progresso da instalação do Blender. Agora é hora de ter um tiquinho de paciência enquanto o programa é instalado no seu computador. A barra verde é uma demonstração visual do progresso, mas ela se enche e esvazia várias vezes durante a instalação.

setup_5

NÃO aperte nenhum botão dessa tela de instalação durante o processo. Você pode tranquilamente fazer outras coisas em seu computador durante a instalação, mas procure não fazer nada que exija muito do seu computador. Ao fim da instalação a tela muda mais uma vez e você pode apertar o botão “Finish” para terminar.

Pronto! O Blender foi instalado em seu computador!

Pode ser que a instalação não crie nenhum ícone na sua área de trabalho, mas ele cria no menu “Iniciar” do seu computador, então é só navegar por ele para achar o aplicativo. Se você usa Windows 10, pode apertar o botão “Iniciar” e começar a digitar “Blender” sem aspas, que o atalho para o programa será exibido (não lembro se isso funciona com versões antigas do Windows).

Para finalizar, vale a pena entrar no site http://www.blender.com.br que é uma comunidade brasileira de pessoas que usam o programa. Nesse site você pode achar diversos tutoriais ou participar de um fórum com outros usuários de Blender.

E não se esqueça de navegar pelo nosso site mesmo, http://www.equilibrecursos.net, e no nosso canal do youtube http://www.youtube.com/equilibrecursos, que nós disponibilizamos diversos tutoriais sobre Blender, Unity3D e Gimp.

Índice

3 comments on “Blender Tutorial 00 – Download e instalação
  1. stephane disse:

    Eu posso instalar duas versões diferentes?

  2. Quando eu comecei, meu “fessor” fez uma tabela linda colorida com todos comandos de teclado. Faço questão que vocês caprichem nessa parte…Se feito com padrão “Iná” vai fazer muito sucesso. Lembro de ter ampliado e colocado na parede. Farei de novo! rs Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *