Empty Objects é um coringa no Blender…. Isso porque ele serve para muitas coisas, que vão ser explicadas aos poucos.

Essa lição trata de algumas funções básicas do Empty, mas há mais!

Você encontra o objeto Empty (vazio) pressionando SHIFT + A, e escolhendo Empty no menu principal.

Nas versões atuais ele tem várias representações; como pode ver na imagem abaixo, até pode representar uma imagem, se percorrer o menu que se abre ao clicar nele. Mas hoje vamos explicar somente a primeira, como base para o entendimento de outras.

Embora o Empty seja um objeto que não renderiza, ele tem uma localização, pode se fazer rotação com ele e ele tem uma dimensão, itens esses representados na janela N.

Se não renderiza, serve para quê? Ah! Vamos lá!

blender-empty-objects-1

Note que, agora que colocamos o Empty (veja na imagem abaixo), na janela de propriedades aparece um ícone que permite a você, manipular algumas informações a respeito dele. No entanto, para o que estamos fazendo deixe como está.

blender-empty-objects-2

O EMPTY está colocado na aranha e, vamos supor que queremos que a câmera foque nela, mesmo que ela se movimente:

Próximo passo, vou apresentar a você um outro item: CONSTRAINTS

Observe, na janela de propriedades o ícone destacado em vermelho! Clique nele!!

blender-empty-objects-3

A definição do Wiki do Blender sobre Constraints é: “As constraints são uma maneira de conectar as propriedades de transformação (posição, rotação e escala) entre os objetos.”(http://www.blender.org/manual/rigging/constraints/introduction.html)

Embora constraints sejam bastante usadas na animação, também servem muito para objetos estáticos, e aqui vou te mostrar como usar dessa forma.

Veja na imagem abaixo:

blender-empty-objects-4

1- selecione a câmera.

2- clique no ícone de constraints.

3- clique em Add Object Constraint.

4- clique em Track To (rastreie o…. – referindo-se ao objeto a ser rastreado, e no caso queremos a aranha)

para os próximos passos teremos o menu que se abre ainda na janela de propriedades:

blender-empty-objects-5

Veja na imagem abaixo, o processo quase terminado!!

blender-empty-objects-6

OBS: Na imagem abaixo, o fato de TRACK TO estar em vermelho, significa que a CONEXÃO NÃO ESTÁ CORRETA.. você precisa tentar outros ângulos.

Veja na imagem abaixo, os eixos corrigidos e funcionais quando TRACK TO já não mais indica erro na conexão.

blender-empty-objects-7

Ainda temos mais um pequeno passo: se queremos que a câmera siga a aranha onde quer que ela vá, temos que tornar a aranha dependente do EMPTY, uma vez que ele está controlando a câmera não é?

Bem, essa é a parte fácil…

Selecione a aranha e por último selecione o EMPTY. A ordem de seleção aqui importa!!

Pressione CTRL + P e escolha – OBJECT.

A ordem da seleção importa porque o último objeto selecionado é sempre o que o Blender considera o OBJETO ATIVO. Feito dessa forma a aranha vai seguir o EMPTY, e não seguirá, se a seleção for feita ao contrário.

Experimente agora renderizar sua cena.

Não importa que você tenha usado somente o cubo e algum outro objeto para fazer esse exercício. Agora, mude o empty de lugar levando a aranha junto e se você fez tudo certinho, o seu objeto vinculado ao empty vai segui-lo.

Renderize novamente e verá que mesmo tendo movimentado O OBJETO, a câmera focará no objeto vinculado ao EMPTY.

Quer que a câmera se ligue a outro objeto ou local?

Selecione novamente a aranha e o empty (agora não importa a ordem), clique em ALT + P e escolha CLEAR PARENT. Pronto, agora conduza o Empty para onde quer.

Renderize e teste se sua câmera está seguindo o EMPTY.

Resumindo: nessa lição, você aprendeu duas funções do EMPTY.

1- você pode fazer a câmera seguir seu objeto (no caso, o EMPTY) onde quiser na sua cena.

2- você pode fazer a câmera seguir seu objeto (empty), estando ele vinculado a um segundo objeto (no nosso caso a aranha) para onde quiser na sua cena.

Índice

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *